Por onde anda o Island Escape?

Por onde anda o Island Escape?

O Island Escape, um dos mais queridos e populares navios de cruzeiro que passaram pelo país, despediu-se oficialmente do Brasil em março de 2009, após 7 temporadas consecutivas.

Que tal descobrirmos por onde anda o Island Escape?

Bora lá!

 

No Brasil

Recém-adquirido pela Island Cruises, uma joint-venture entre a Royal Caribbean Cruises Ltda. e a First Choice Travel PLC (atual TUI Group), estreou no Brasil na temporada 2002/2003.

Com seus minicruzeiros acessíveis, informais e descontraídos, ajudou (e muito) a popularizar as viagens de cruzeiro pelo país, quebrando, de vez, o “paradigma” de que os cruzeiros são viagens somente para as pessoas ricas.

Durante suas 7 temporadas, entre 2002 e 2009, realizou roteiros a partir do Porto de Santos com destino ao litoral brasileiro (cidades como Ubatuba, Paraty, Vitória, Florianópolis entre outras, eram escalas e alternativas de turismo para os viajantes).

Os cruzeiros temáticos também fizeram muito sucesso durante sua passagem por aqui: Wellness, Party, Movies e Single Cruise, além dos tradicionais Natal, Réveillon e Carnaval, agradaram bastante os passageiros.

Ao final da temporada 2008/2009, em março, o Island Escape partiu rumo à Europa e nunca mais retornou ao Brasil, deixando muitas saudades entre nós (e eu me incluo nessa lista).

Island Escape partindo de Santos
Island Escape partindo de Santos/SP – 12 de dezembro de 2008

 

Piscina
The Pool – Imagem: cruiseharbournews.com

 

Guest Relations - Beachcomber Restaurant
Guest Relations / Beachcomber Restaurant – Imagem: cruiseharbournews.com

 

The Lookout / Área externa
The Lookout / Área externa – Imagem: cruiseharbournews.com

 

História

Encomendado pela companhia Scandinavian World Cruises, e construído pelo estaleiro francês Dubigeon-Normandie SA em 1982, o Cruiseferry MS Scandinavia (Island Escape) tinha características de navio de cruzeiro e de balsa Ro-Pax, ou seja, alguns passageiros viajavam numa experiência de cruzeiro, enquanto outros usavam como meio de transporte (veículos). Seus roteiros eram pelo continente europeu.

Entre os anos de 1985 e 1990, navegou pelas companhias Sundance Cruises e Admiral Cruises, com o nome MS Stardancer, ainda como um cruiseferry.

Em 1990, a Royal Caribbean Cruise Lines comprou o navio e, entre janeiro e junho de 1991, o converteu em um navio de passageiros convencional. Seu nome era Viking Serenade.

MS Scandinavia / MS Stardancer / Viking Serenade
Imagens: shipspotting.com

 

A Island Cruises, fundada em 2001, adquiriu o navio junto à Royal Caribbean, o reformou e o renomeou como Island Escape, iniciando oficialmente suas operações em 2002.

Durante o verão no Hemisfério Norte, o Escape navegava pela Europa, e durante o verão no Hemisfério Sul, veio fazer roteiros pelo Brasil. Seu “espírito” era o da informalidade, atraindo muitas famílias britânicas e, principalmente, os jovens brasileiros.

Em outubro de 2008, a Royal Caribbean vendeu sua participação na Island Cruises para a TUI Travel PLC, que já havia adquirido a First Choice Travel PLC. Dessa forma, os cruzeiros do Island Escape no Brasil permaneceram até o mês de março de 2009.

A Thomson Cruises (atual Marella Cruises), do TUI Group, assumiu o comando do Island Escape, mantendo o mesmo nome e com roteiros exclusivos pelas Ilhas Canárias e Mediterrâneo Ocidental.

Em dezembro de 2015, a Thomson Cruises anunciou que havia vendido o navio para a empresa norte-americana Cruise Holdings Inc.

Renomeado como Ocean Gala, em 2016, foi negociado com o governo da Suécia, onde serviria como abrigo para refugiados do país europeu.

Em junho do mesmo ano, na Suécia, o navio não chegou a funcionar como abrigo e virou escândalo político, sob alegação de incompetência e má administração pública, uma vez que questões importantes foram desconsideradas na hora de fechar o contrato, e que o Ocean Gala não estaria de acordo com as regras locais para esse tipo de intervenção.

Com o contrato desfeito, e um prejuízo enorme para os proprietários do navio, pois não receberam o pagamento acordado, em agosto de 2016, o navio foi recolocado à venda ou fretamento, e seguiu sem rumo certo, e em estado deteriorado, por diversos portos da Europa e, posteriormente, rumo ao Oriente.

Pouco tempo depois, foi renomeado para Ocean Gala 1 e permaneceu nos arredores dos Emirados Árabes Unidos, ainda sem função específica determinada.

O final da história já podemos concluir: em março de 2018, o navio partiu rumo à Alang, na Índia, para encalhe e desmanche.

Ocean Gala 1
Ocean Gala 1 em Alang – Imagem: cruiseind.com

 

Curiosidade: Quando o MS Scandinavia (Island Escape) foi construído, em 1982, foi considerado o maior Cruiseferry (balsa de cruzeiros) do mundo.

 

Ficha técnica – Island Escape

  • Companhia: Island Cruises
  • Classe: —
  • Ano de construção: 1982
  • Última reforma: 2015
  • Comprimento: 185 metros
  • Largura: 27 metros
  • Velocidade: 18 nós
  • Peso: 40.132 toneladas brutas
  • Passageiros: 1.744 (ocupação máxima)
  • Tripulação: 540
  • Decks: 10

É triste o final da história desse que foi um dos mais queridos navios de cruzeiros que já operaram pelo Brasil. Com o passar dos anos, tornou-se obsoleto e, portanto, sem condições de competir com os novos gigantes que surgiam nas mais diversas companhias marítimas.

Nota: O Island Escape foi o 1º navio que eu embarquei. Minha 1ª vez num cruzeiro (em 2004).

Confesso que eu não tinha muito conhecimento sobre os navios e nem como compará-lo a nenhum outro. Independentemente disso, foi uma paixão à 1ª viagem (como eu sempre costumo dizer).

Alegria, descontração, diversão, “bagunça organizada” etc. Tudo isso e mais um pouco a bordo.

Fico muito feliz de ter tido a oportunidade de “cruzeirar” nele e, realmente, só ficaram lembranças boas.

O Island Escape marcou uma época. Quantas saudades da Island Cruises!

Obrigado!

Island Escape em Buzios/RJ
Island Escape em Búzios/RJ – 1º de março de 2004

 

*Foto em destaque: Rodrigo Bendoraytes (shipspotting.com)


Saiba por onde anda o saudoso Costa Tropicale, clicando aqui.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo