O que não levar na sua mala
O que não levar na sua mala

O que não levar na mala para um cruzeiro?

Arrumar a mala para o tão sonhado cruzeiro é, definitivamente, um dos momentos mais aguardados e especiais: o embarque ocorrerá em poucas horas.

O que muita gente desconhece é que não podemos levar determinados objetos para o navio: “se não levo na mala de mão, levo na mala despachada”. Porém alguns itens do nosso dia a dia são proibidos e, dependendo do que for encontrado, podem dar até prisão.

Eita! Como assim, Edu?

Explico!

Após serem despachadas, todas as bagagens passam por uma rígida verificação de segurança no Terminal de Cruzeiros (scanners e, em alguns casos, por cachorros farejadores de drogas ilícitas), e também dentro do navio. Dessa forma, havendo algo proibido que seja identificado pela segurança, o passageiro será chamado ao local para explicar o porquê de tal objeto.

Então, para não haver qualquer tipo de dúvidas, essa postagem aqui será sobre o que NÃO levar nas malas para o seu cruzeiro, ok?

Bora saber quais são!

Itens proibidos na sua bagagem
Foto: Clia Brasil

 

1) Objetos que produzam calor

Talvez esse tópico seja o que mais cause dúvida nas pessoas, principalmente nas mulheres.

São proibidos ferro de passar, secador de cabelo, chapinha e similares. Por produzirem calor, todo cuidado é pouco dentro de um navio.

Nesse caso, na maioria das vezes, se encontrado, a companhia retém o item e o devolve ao final da viagem.

Observações:

  • Todas as cabines possuem secador de cabelo na penteadeira, portanto não há necessidade de levá-lo.
  • Conheço vários casos em que a mala foi entregue normalmente na cabine e tudo bem. Ninguém reteve nenhum objeto, mas não precisa correr o risco.

 

2) Bebidas alcoólicas

Como todos sabem (ou quase todos), as bebidas fornecidas a bordo são cobradas em dólar, ou euro (se estiverem num cruzeiro pela Europa) e os valores não são baratos.

Por esse motivo, alguns passageiros tentam embarcar com bebidas “escondidas” nas suas bagagens, a fim de evitar esse gasto a mais.

Isso não é permitido!

Caso seja encontrada em suas malas alguma bebida alcoólica, ela será “confiscada” e devolvida somente ao final do cruzeiro.

Observações:

  • Bebidas não alcoólicas (refrigerante, água etc) são liberadas.
  • Existem os cruzeiros com pacotes de bebida all-inclusive, ou seja, já está pago junto com a sua viagem. Para quem gosta de beber bastante, é a melhor opção.
  • Caso você compre alguma bebida em terra durante as escalas, quando retornar ao navio o procedimento será o mesmo: a bebida será retida e devolvida ao final da viagem.

 

3) Animais de estimação

Na maioria dos cruzeiros, os animais não são permitidos, pois há muitas normas de higiene e segurança que devem ser cumpridas à risca, e nem há veterinários a bordo para possíveis problemas de saúde dos pets.

Em casos especiais, como os cães-guia, “são aceitos”, pois não são considerados animais de estimação, e sim animais treinados para cumprirem tarefas e auxiliarem pessoas com deficiência.

Cada caso é um caso, cada navio é um navio, e toda informação deve ser cuidadosamente esclarecida por todos os envolvidos nesse processo de aceitação, ou não, do seu animalzinho.

Observações:

  • Assim como os passageiros, os animais deverão estar com toda a documentação obrigatória em dia – entrar em contato com a companhia para saber quais são.
  • Os animais ficarão hospedados em um canil devidamente preparado para eles. Não são permitidos nas cabines dos passageiros.
  • O navio Queen Mary, da Cunard, permite o embarque cães e gatos.
Queen Mary 2
Cachorros são permitidos no Queen Mary 2 – Foto: Divulgação

 

4) Drogas

Aqui está um dos itens que podem causar a prisão do passageiro. Drogas são drogas, e todos sabem que são ilegais.

Caso algum hóspede tente embarcar num navio portando essas substâncias, se for “pego” arcará com as consequências dos seus atos.

 

5) Armas

Idem acima!

Qualquer tipo de arma é proibido.

 

6) Drones

Essa é novidade, uma vez que esses “objetos voadores” são recentes.

Se você não sabe o que são drones, vou explicar: são pequenas aeronaves pilotadas à distância, por controle remoto, usadas para filmar e tirar fotografias em grandes áreas abertas.

Sua utilização a bordo é proibida, pois esses aparelhos podem comprometer e prejudicar a navegação.

Observação:

  • Caso haja alguma razão muito clara e justa para a sua utilização, verifique junto à companhia de cruzeiros sobre a eventual permissão (ou não) do seu uso.
Drone
Drone – Foto: Meer.com

 

É isso, turma!

Você sabia desses itens proibidos?

Deixe sua observação e relato abaixo.

Volto em breve com novas postagens.

*Foto em destaque: Edu Nogueira


Leia também

* O que levar na mala para um cruzeiro?

* 9 dicas essenciais para sua viagem de navio

* +9 curiosidades aleatórias sobre os cruzeiros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.