Arte dos cascos dos navios Classe Breakaway da NCL

Arte dos cascos dos navios Classe Breakaway da NCL

Uma das principais características – se não “a principal” – da companhia norte-americana Norwegian Cruise Line (NCL), é a arte (pintura) dos cascos dos seus navios.

Com o surgimento da inovadora Classe Breakaway, artistas mundialmente reconhecidos foram convidados a deixar a sua marca registrada nos cascos dos navios, tornando-os verdadeiras obras de arte flutuantes e alcançando um número maior de expectadores pelo mundo.

Se você é um apaixonado por pintura e por navios (igual a mim), ficará encantado com esses “gigantes”.

A Classe Breakaway, e sua modernizada Breakaway Plus, possui atualmente 6 navios: Norwegian Breakaway, Norwegian Getaway, Norwegian Escape, Norwegian Joy, Norwegian Bliss e o Norwegian Encore.

Vamos a cada um deles.

 

Norwegian Breakaway (Peter Max)

Arte do casco do Norwegian Breakaway
Norwegian Breakaway – Imagem: petermax.com

Peter Max nasceu em Berlim/Alemanha em 1937, e mudou-se para Nova Iorque/EUA, em 1956.

Tendo a arte e a astronomia como grandes paixões, desde a sua adolescência traz elementos do universo às suas obras.

Suas pinturas psicodélicas, ícones da cultura pop, o tornaram um dos artistas mais famosos e lucrativos dos Estados Unidos.

Com uma carreira de enorme sucesso, em 2013 foi convidado pela NCL a ser o 1º grande artista a pintar um casco de seus navios.

O Norwegian Breakaway tem como inspiração a cidade de Nova Iorque (com a Estátua da Liberdade e o Empire State Building), de onde originalmente realizaria suas viagens.

Informações técnicas

  • Ano de construção: 2013
  • Passageiros: 3.963 (ocupação dupla)
  • Comprimento: 326 metros
  • Largura: 52 metros
  • Peso: 145.655 toneladas brutas
  • Classe: Breakaway

 

Norwegian Getaway (David Le Batard – Lebo)

Arte do casco do Norwegian Getaway
Norwegian Getaway – Imagem: Tom Jones

David Le Batard, mais conhecido artisticamente como Lebo, é filho de imigrantes cubanos e nasceu nos Estados Unidos em 1972.

Com sua arte expressionista pós-moderna inspirada nos desenhos animados, tornou-se um dos muralistas mais respeitados de Miami.

A utilização de elementos da astronomia à história, da música à física, dá uma característica “única e vibrante” às suas obras.

O Norwegian Getaway tem no seu design “uma sereia mítica (conexão da humanidade com o mar) deslizando pela superfície da água. Ao redor da sereia, uma fusão entre o mar e o céu, dançando ao redor do navio”.

Informações técnicas

  • Ano de construção: 2014
  • Passageiros: 3.963 (ocupação dupla)
  • Comprimento: 326 metros
  • Largura: 52 metros
  • Peso: 145.655 toneladas brutas
  • Classe: Breakaway

 

Norwegian Escape (Guy Harvey)

Arte do casco do Norwegian Escape
Norwegian Escape – Imagem: Güldem Üstüng

Guy Harvey nasceu na Jamaica em 1965.

Defensor da conservação dos oceanos, biólogo marinho, mergulhador, fotógrafo e pescador, sua arte é reconhecida mundialmente por retratar a vida marinha com visuais atraentes e autênticos.

Criou a Guy Harvey Ocean Foundation, instituição que financia pesquisas científicas e programas educacionais, estimulando a conservação e melhores práticas para gerar ambientes marinhos sustentáveis.

A obra de Harvey no casco do Norwegian Escape representa “uma cena da vida marinha selvagem que mistura dois mares”. O desenho mostra as principais espécies da vida marinha do Caribe: peixes-vela, arraias, tartarugas, tubarões-baleia e diversos peixes tropicais.

Informações técnicas

  • Ano de construção: 2015
  • Passageiros: 4.226 (ocupação dupla)
  • Comprimento: 326 metros
  • Largura: 41 metros
  • Peso: 165.157 toneladas brutas
  • Classe: Breakaway Plus

 

Norwegian Joy (Tan Ping)

Arte do casco do Norwegian Joy
Norwegian Joy – Imagem: Meyer Werft

Tan Ping é um renomado artista chinês, nascido em 1960.

Artista, educador e vice-presidente da Chinese National Academy of Arts, é considerado a principal figura da arte abstrata chinesa.

Por escolher uma estética minimalista e discreta, com conceitos tradicionais da cultura da China, seu trabalho transformou-se em um estilo único que concentra simplicidade, pureza e realização técnica extraordinária.

Projetado originalmente para cruzeiros pela região chinesa, a arte do casco do Norwegian Joy foi inspirada em uma fênix estilizada, com o uso de tons vermelhos e dourados (muito presentes na cultura do país), levando a mensagem de “beleza e boa sorte”.

Informações técnicas

  • Ano de construção: 2017
  • Passageiros: 3.804 (ocupação dupla)
  • Comprimento: 333 metros
  • Largura: 41 metros
  • Peso: 167.725 toneladas brutas
  • Classe: Breakaway Plus

 

Norwegian Bliss (Wyland)

Arte do casco do Norwegian Bliss
Norwegian Bliss – Imagem: Meyer Werft

Robert Wyland nasceu nos Estados Unidos em 1956.

Pintor, escultor, escritor, fotógrafo, filantropo e cineasta, possui mais de 100 murais monumentais da vida marinha em todo o mundo.

Considerado “Marine Michelangelo” (Michelangelo da vida marinha) pelo USA Today, seus esforços sobre arte e conservação são reconhecidos pelas Nações Unidas e Congresso dos Estados Unidos.

Criou a Wyland Foundation, organização sem fins lucrativos dedicada a promover, proteger e preservar o oceano e a vida marinha do mundo.

A obra de Wyland no casco do Norwegian Bliss é chamada “Navegando com as baleias”, tendo como peça central uma baleia jubarte mãe e seu filhote, além de arraias, tartarugas e golfinhos.

Informações técnicas

  • Ano de construção: 2018
  • Passageiros: 4.004 (ocupação dupla)
  • Comprimento: 333 metros
  • Largura: 41 metros
  • Peso: 168.028 toneladas brutas
  • Classe: Breakaway Plus

 

Norwegian Encore (Eduardo Arranz-Bravo)

Arte do casco do Norwegian Encore
Norwegian Encore – Imagem: Meyer Werft

Eduardo Arranz-Bravo nasceu em Barcelona/Espanha em 1941.

Pintor surrealista, especialista em arte abstrata (ou futurista, como alguns a descrevem), também trabalha como escultor, desenhista, com performances e produção de filmes.

Artista de renome internacional, suas obras estão expostas em diversos Museus de Arte espalhados pelo mundo, e foi escolhido para representar os Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992, juntamente com outros 2 artistas.

Criou a Fundació Arranz-Bravo, com o objetivo de difundir a sua arte e promover a criação contemporânea jovem.

O tema da arte do navio Norwegian Encore foi a cidade de Barcelona. Representa um “labirinto de cores” inspirado na vida à beira-mar do artista, com uma paleta na qual o artista homenageia “a vibrante experiência do hóspede” na NCL.

Informações técnicas

  • Ano de construção: 2019
  • Passageiros: 3.998 (ocupação dupla)
  • Comprimento: 333 metros
  • Largura: 41 metros
  • Peso: 169.116 toneladas brutas
  • Classe: Breakaway Plus

 

Definitivamente, a NCL acertou “em cheio” quando convidou grandes artistas renomados para fazerem a arte dos cascos dos seus navios, pois essa atitude mostra a preocupação e o comprometimento com seus clientes.

Eu não consigo escolher o “quadro” mais bonito, pois cada um deles tem suas características, detalhes, paixões e contam uma história. São lindos!

E você, qual você gostou mais?

 

Conheça Philipsburg, capital da Ilha St. Maarten, no Caribe, clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo