+ 9 curiosidades aleatórias sobre os cruzeiros

+ 9 curiosidades aleatórias sobre os cruzeiros

Curiosidades sobre os navios de cruzeiro são sempre interessantes e divertidas.

A primeira postagem sobre curiosidades fez bastante sucesso e, por isso, decidi contar mais alguns fatos curiosos para vocês.

Vamos nessa?!

 

1) 7 BAIRROS

Os navios Classe Oasis, da Royal Caribbean Intl., são os maiores do mundo, e seus números são tão gigantes quanto os seus tamanhos.

A Classe é composta de 4 navios (Oasis, Allure, Harmony e Symphony of the Seas), mas um 5º navio já está a caminho, o Wonder of the Seas.

Uma característica muito especial (e são muitas…) desses navios é que as suas áreas comuns são divididas por bairros temáticos, como se fosse uma minicidade.

São 7 no total:

  • Royal Promenade
  • Boardwalk
  • Central Park
  • Entertainment Zone
  • Pool and Sports Zone
  • Wellness Center
  • Youth Center

 

2) BATISMO DE RAPEL

O batismo de qualquer navio (seja cruzeiro ou não) é um fato marcante e muito especial, e, por conta disso, as cerimônias estão cada vez mais elaboradas e cheias de novidades.

A quebra da champagne significa proteção aos perigos do mar.

Em 16 de abril de 2008, na cidade de Southampton / Inglaterra, o navio Ventura, da P&O Cruises, teve sua cerimônia de batismo realizada.

Comandada pela atriz britânica Helen Miren (que ganhou o Oscar de melhor atriz, em 2007, pela interpretação da Rainha Elizabeth II, no filme “A Rainha”), a quebra da champagne foi feita de um jeito não tradicional: ela sinalizou para uma equipe do Royal Marine Commando, do Reino Unido, para descer de rapel pela lateral do navio e quebrar a garrafa.

Operação concluída com sucesso!

 

3) PICASSO A BORDO

O segmento luxo de cruzeiros é um nicho muito especial para aqueles cruzeiristas mais exigentes e com condições financeiras mais favoráveis.

Gastronomia refinada, atendimento personalizado, navios menores e mais aconchegantes, roteiros diferenciados, galerias de arte, são algumas das experiências vividas a bordo.

Construído em 2016, o luxuosíssimo navio Seven Seas Explorer, da Regent Seven Seas Cruises, possui um acervo de mais de 2.200 obras de arte.

Dentre as mais diversas obras, de vários artistas famosos, encontra-se Pablo Picasso.

É chique demais!

Seven Seas Explorer
Seven Seas Explorer – Imagem: Regent Seven Seas Cruises

 

4) NAVIO CONDOMÍNIO

Quem nunca teve vontade de morar em um navio de cruzeiro?

Viajar de cruzeiro é tão agradável que, pensando nisso, foi criado o The World, o maior navio de cruzeiro privado do mundo – um condomínio flutuante.

Com capacidade para até 500 passageiros (moradores), o navio “passeia” ao redor do mundo e seus proprietários podem embarcar e desembarcar onde quiserem.

Os roteiros são definidos pelos próprios moradores e, dependendo do porto de escala, o The World pode permanecer atracado (ancorado) de 2 a 5 dias.

É um navio como qualquer outro, com restaurantes, piscinas, academia, quadra poliesportiva etc. A diferença é que, ao invés de cabines, possui apartamentos de 27m2 (studios) a 229m2 (suítes).

E aí, toparia morar num cruzeiro?

The World
The World – Imagem: cruisemapper.com

 

5) SOVEREIGN OTS – O 1º MEGANAVIO

Os meganavios são uma realidade e, cada vez mais, estão presentes pelo mundo afora.

As companhias marítimas investem muito dinheiro na elaboração de projetos mais elaborados, maiores e com mais atrativos para os seus clientes.

O primeiro meganavio do mundo foi o Sovereign of the Seas, da Royal Caribbean Intl.

Com seu projeto revolucionário para a época, em dezembro de 1987, o Sovereign OTS “veio ao mundo” com 268 metros de comprimento e 73.000 toneladas brutas de peso.

Seu Atrium espelhado, muito vidro, um restaurante “mirante” 360º (Viking Crown Lounge) e outras características, mudaram o conceito sobre os navios.

Junto com ele, vieram mais 2 irmãos gêmeos: o Monarch of the Seas (1991) e o Majesty of the Seas (1992).

 

6) MONTANHA RUSSA

Se você gosta de viajar de navio e de adrenalina, por que não juntar os dois?

Os novos navios estão sempre repletos de atrações, inovações e, principalmente, exclusividades.

O recém-lançado Mardi Gras, da Carnival Cruise Line, vai proporcionar uma experiência única e radical para seus passageiros: a 1ª montanha russa a bordo de um navio de cruzeiros – BOLT™: Ultimate Sea Coaster.

A Bolt™ pode chegar a uma velocidade máxima de 65km/h, numa pista de 213 metros de comprimento com curvas e quedas, vistas de 360º e 57 metros acima do nível do mar.

Vai encarar?

 

7) HAJA BACON!

Você já parou para pensar em quanta comida é feita por dia em um navio de cruzeiro? Com certeza é muito mais do que podemos imaginar.

As cozinhas funcionam quase que de forma ininterrupta, pois são diversas refeições durante o dia: café da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar, lanche pós-jantar, “plantão da madrugada” rsrs.

Em um levantamento feito pela P&O Cruises Australia, chegou-se ao número de que, por dia, são consumidos aproximadamente 150kg de bacon em cada navio.

Extrapolando-se esses números, temos:

  • Pacific Aria: 40.000kg/ano*
  • Pacific Explorer: 62.000kg/ano*
  • Pacific Dawn: 55.000kg/ano*

* Dados referentes ao ano de 2019

É muito bacon!

 

8) NÓ DE VELOCIDADE

A unidade de medida “NÓ” deriva de um sistema de medição de velocidade muito primitivo, utilizado no século XVI.

Uma prancha de madeira era amarrada a uma extremidade de uma corda, e a outra extremidade era presa a um carretel no barco. A corda era marcada com nós a cada 14,5 metros.

Para saber a velocidade do barco, a prancha era lançada ao mar, fazendo com que a madeira deslizasse sobre a água e se “soltasse” do carretel. Com uma ampulheta, calculava-se quantos nós eram desenrolados em um determinado período de tempo.

Hoje em dia esse método não é mais usado, mas a palavra NÓ continua sendo utilizada para calcular a velocidade das embarcações no mundo todo.

Desse modo, ficou estabelecido o seguinte:

  • 1 nó = 1 milha náutica/hora

Logo

  • 1 nó = 1.852 metros/hora

Logo

  • 1 nó = 1,852km/hora

 

9) 11 NAVIOS NO RJ

O Rio de Janeiro é um dos destinos mais procurados do mundo e a principal porta de entrada do turismo internacional no país (seja pelo céu ou pelo mar).

E quando se fala na “Cidade Maravilhosa” e em carnaval, a “química” acontece. O número de turistas cresce de forma intensa.

No carnaval de 2016, entre os dias 07 (domingo) e 08 (segunda-feira), o Pier Mauá bateu um recorde incrível: recebeu 11 navios de cruzeiros.

Ficaram atracados no Pier Mauá: Costa Pacifica, MSC Poesia, Celebrity Infinity, Ocean Dream, Maasdam, Balmoral, Sovereign, MSC Lirica e Silver Spirit.

O navio The World ficou fundeado na Baía de Guanabara (desembarcando os passageiros por tenders). O Azuka II chegou no início da noite de segunda-feira.

Pier Mauá (Carnaval 2016)
Pier Mauá (Carnaval 2016) – Imagem: Pier Mauá

 

Fiquem ligados!

Voltaremos a qualquer momento com novas curiosidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo